sábado , 21 julho 2018
Home / Cidades / Servidores da Fundac realizam protesto em frente ao Palácio do Governo

Servidores da Fundac realizam protesto em frente ao Palácio do Governo




Dando continuidade ao calendário de lutas elaborado pelo Sindicato dos Trabalhadores da Fundac – Sintac, conforme deliberação de assembleia da categoria, os servidores da instituição de todo o Estado estarão participando de um ato público, na manhã desta sexta-feira, em frente ao Palácio da Redenção com o objetivo de sensibilizar o governador Ricardo Coutinho a receber uma comissão com vistas a solicitar do Governo o envio imediato do projeto de revisão do Plano de Cargo, Carreira e Remuneração para ser votado pela Assembleia Legislativa.

A categoria.que trabalha com a alta complexidade está sem reajuste salarial há mais de três anos e por isso tem pressa na revisão, já que existe o período eleitoral que pode prejudicar a sua votação se não for enviado em tempo hábil.

A presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Fundac, Lúcia Brandão, disse que a categoria aguarda desde 2014 a revisão do PCCR como forma de melhorar a situação em que se encontra a maioria dos servidores. “Desde 2014 que a direção da Fundac promete a revisão do nosso PCCR, quando reivindicamos reajuste como foi concedido à Educação e Segurança sempre vem aquela estória ‘vocês vão ter o PCCR’ e isso nunca é concretizado, agora cansamos ou será aprovado ou vamos deflagrar greve por tempo indeterminado, foi isso que a categoria decidiu em assembleia geral”, explicou a presidente do Sintac.

Ela acrescentou que por enquanto se vai trabalhar para a mobilização da categoria através do calendário de lutas, que teve início na segunda-feira com visitas às unidades. “ Com a categoria mobilizada, vamos realizar atividades de protesto em ruas, praças públicas, aonde for preciso para que a sociedade e as autoridades competentes ouçam o nosso clamor por melhorias salariais”, desabafou a presidente do Sintac

Ela disse ainda que a intenção é fortalecer o movimento rumo à greve por tempo indeterminado caso o Governo não atenda ao principal pleito da categoria que é a revisão do PCCR.

Lúcia Brandão espera a participação massiva da categoria dado o seu descontentamento com o salário que recebe.

 

Da redação – Os Guedes
redacao@conceicaoverdade.com.br

Deixe seu Comentário via Facebook

Comentário(s)

Veja Também

Lígia confirma suspeita de RC e já estrutura equipe de campanha contra o próprio Governo

Agora é para valer. Fontes de Brasília ligadas ao PDT confirmaram hoje que a vice-governadora ...